Agricultura

Nesta região predomina a pequena agricultura familiar, praticada sobretudo por uma população envelhecida. A população agrícola familiar tem vindo a diminuir em todos os municípios desde 1989 até 2009 (último Recenseamento Agrícola realizado), situação que poderá ser justificada com o fenómeno da desertificação populacional vivida na região, bem como, devido às baixas remunerações neste setor e a falta de incentivos para os jovens.

 

A região é também caraterizada por uma grande diversidade agro-ecológica, com produtos de reconhecida fama e qualidade como é o caso do azeite, que tem vindo assumir uma crescente expressão em Mirandela e Macedo de Cavaleiros.

 

Outro produto de referência na região é a castanha devido à importância que tem no rendimento familiar dos produtores, nomeadamente de Bragança e Vinhais, para além de que grande parte da produção (70 a 80%) tem como finalidade a exportação. Apesar de ser um produto sazonal, o valor económico da fileira da castanha é representativo para a região e com potencial de crescimento.

Mapa: Área de colheita e produção de castanha, por região